Memorial aos Heróis da Segurança Pública do Distrito Federal – MHSP/DF

 

A ASSOR homenageará os verdadeiros heróis da segurança pública do DF, com a criação de um memorial para prestar sinceras homenagens e externar nosso preito de gratidão eterna aos policiais e bombeiros militares que faleceram no exercício de suas atividades.

 

A ASSOR tem como uma das “metas-sínteses" da sua atual administração a criação e desenvolvimento do Memorial aos Heróis da Segurança Pública do Distrito Federal – Policiais e Bombeiros Militares (MHSP), com o propósito de honrar a memória de todos os heróis distritais da segurança pública que faleceram no desempenho das suas atividades constitucionais.

 

A associação, em parceria com outras organizações e instituições do setor, está empenhada ativamente na criação dos instrumentos normativos para o estabelecimento do memorial, incluindo seu projeto físico e organizacional, identificação do local correspondente e mobilização dos respectivos recursos humanos e materiais para a realização do projeto.

 

O conceito do MHSP abrange o estabelecimento do Centro de Registros e Pesquisas (CREP), ligado ao funcionamento do Memorial/Monumento. O CREP tem como propósito identificar e fazer constar no memorial os nomes dos Heróis da Segurança Pública no DF, além de promover estudos de natureza preventiva frente às razões que deram causa aos eventos em que os heróis perderam suas vidas em prol da segurança pública da população do DF.

 

A ASSOR entrou em contato com instituições da Segurança Pública do DF e já conta com o apoio institucional dos Comandantes Gerais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do DF. O tema também será tratado com o Governador do DF e a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Paz Social do DF. No âmbito do legislativo local, a ASSOR angariou o apoio do seu Presidente e do seu Vice-Presidente os Deputados Distritais Joe Valle e Wellington Luiz. 

 

O arcabouço da normatização técnica será estabelecido de forma conjunta com todos os envolvidos. A área de funcionamento do Memorial será designada por concessão real de uso pelo GDF (PMDF-CBMDF) e aprovada pela Câmara Legislativa do Distrito Federal via lei distrital.